6 de março de 2014

San Francisco - Writing about places #6

Seis da manhã, mais uma vez, e nós a caminho de São Francisco. Como já lá tinha estado, estava por conta do que a Ana queria fazer, como ir ver as vinhas de Sonoma ou Napa.
Chegámos a meio da tarde e ficámos em casa de uns amigos de uma amiga minha, que foram os melhores anfitriões da história. Apesar de já ser tarde ainda nos levaram a dar uma volta completa por São Francisco, que é sem dúvida das minhas cidades preferidas.
Jantámos num restaurante de tapas japonesas com a Patrícia e o Luís (o tal casal), que foi das melhores coisas que já comi nos Estados Unidos. Depois fomos sair para o Castro, o bairro gay de São Francisco.
No dia a seguir saímos outra vez bastante cedo, desta vez para ir a Sonoma, que deve ter sido das maiores desilusões da minha vida. Tinha aquela ideia de vinhas a perder de vista, com folhas verde e uvinhas penduradas. Pois, isso deve ser muito giro - na altura certa. Nenhuma de nós pensou que em Fevereiro talvez não houvesse mais que umas arvorezinhas despidas, que foi exactamente o que encontrámos. Quanto à paisagem, não é nada mais do que o Alentejo sem secretos de porco preto, o que é uma pena.
Regressámos e fizemos o tour do autocarro hop on hop off, que continuo a achar a melhor maneira de ver uma cidade em pouco tempo. No fim ainda nos sobraram umas horas para andar de cable car (ou eléctrico) e passear em Haight-Ashbury, a zona hippie de São Francisco, onde viveu a Janis Joplin e que é o meu sítio preferido de SF. Acabei o dia na Amoeba, a maior loja de discos onde já estive na vida e de onde a Ana teve que me arrastar ao fim de uma hora e tal.
Apesar de termos que nos levantar cedo outra vez no dia seguinte, ainda fomos a Twin Peaks, onde nunca tinha estado. É um miradouro com uma vista fantástica da cidade, que é de cortar a respiração.
Apesar de ter sido por pouco mais de 24 horas, São Francisco é daquelas cidades a que sabe sempre muito bem voltar.

A caminho de San Francisco

A caminho de San Francisco

San Francisco

San Francisco

A igreja onde a Marilyn Monroe e
o Joe DiMaggio casaram

Golden Gate Bridge

Golden Gate Bridge

Golden Gate Bridge

Os leões marinhos

Cable Cars


A minha loja preferida!

A vista de Twin Peaks

7 comentários:

  1. Depois de ter visto os filmes do Hitchcock é a primeira cidade que quero visitar :)

    ResponderEliminar
  2. que fixe! :D leões marinhos :D omg, eram selvagens?

    ResponderEliminar
  3. é mesmo um ar fresco! adoro este blog! acho que deves ser uma pessoa extremamente interessante, gostava de ter amigas assim com tanto espirito de aventura!

    ResponderEliminar