16 de abril de 2013

Portugal?

Conversa ontem num deli:
Eu: tem ovos?
Senhor com aspecto duvidoso: de onde és?
Eu: Portugal
Senhor com aspecto duvidoso: Virgina?
Eu: Portugal, na Europa
Senhor com aspecto duvidoso faz um ar de quem acabou de ouvir um alien falar
Eu: ao lado de Espanha...
Senhor com aspecto duvidoso: Ahhh! Barcelona...
Eu com ar derrotado: Pois, é perto...

Entre isto e outas que já ouvi, como "ahh ao pé do Iraque", o clássico "ah no Brasil" ou o "em que parte da américa fica?" venha o diabo e escolha.

17 comentários:

  1. É nestas pequenas coisas que vemos o quanto somos pequenos, :(.

    ResponderEliminar
  2. Pelo menos não recorreram ao Cristiano Ronaldo, como já me aconteceu! :)

    ResponderEliminar
  3. Gente perita em Geografia, portanto.

    ResponderEliminar
  4. Já ouvi: portugal? mas és de santiago de compostela?

    ResponderEliminar
  5. a melhor que ouvi foi: "também há pizza em portugal?".
    isto vindo de uma pessoa, supostamente, (à falta de melhor) educated.

    ResponderEliminar
  6. No meu primeiro ano em Barcelona, partilhava casa com 4 americanas. Uma delas uma vez perguntou-me "mas ouve lá, tu és daqui, não és?". Eu fiquei a olhar para ela meia descolocada e respondi-lhe "como daqui? eu sou portuguesa". "Sim, mas não é o mesmo? tiveste que aprender uma lingua estrangeira?".
    Não era exactamente uma agricultora refundida.. Vivia numa grande cidade e estava na universidade.

    ResponderEliminar
  7. Mas, só pode ser ignorância!
    Temos que olhar para as pessoas e dizer-lhes.
    Somos pequenos, mas imensos.

    ResponderEliminar
  8. Das melhores que já tive, foi no brasil!! Um brasileiro dizer-me que eu falava um Português esquisito, cheio de erros!!!(Nem respondi!!) Depois, a mesma pessoa perguntou-me o que era mais perto da Alemanha, Portugal ou o Brasil, porque ele tinha a certeza que era o Brasil!!!
    Achei que nem valia explicar no meu Português esquisito, que Portugal e Alemanha são no mesmo continente!!

    ResponderEliminar
  9. "Ao pé do Iraque" é a melhor de sempre. Sabia que eram maus a Geografia, mas nunca pensei que fossem tão maus. Muito bom!

    ResponderEliminar
  10. Depois de ter começado a jogar daqueles joguinhos do ipad de identificar os países no mapa mundo e os estados dentro dos países já não digo nada... Descobri que sou bem mais ignorante do que pensava! :)

    ResponderEliminar
  11. ao menos em Punta Cana, quando dizia que era portuguesa, mandavam logo um "batatas com bacalhau"...vá lá... podem não saber onde é, mas sabem o que se come por aqui... A gastronomia tem uma força poderosa :)

    ResponderEliminar
  12. A melhor para mim foi em San Francisco, quando me perguntaram de onde era respondi Portugal e o senhor disse: Ah sim sei onde é! E eu já a suspeitar numa de brincadeira disse: Pois fica do outro lado do atlântico na Europa. E pergunta o senhor: Europa? E eu: Sim e ele sai-se com um: Tens a certeza? E eu: Sim tenho a certeza, moro lá desde sempre :)
    Foi a melhor de sempre

    ResponderEliminar
  13. Somos um país pequeno, mas os estadounidenses são muito auto-centrados e sabem pouco sobre outras nações (isto em traços gerais). Não sei se é verdade, mas quando estive há pouco tempo em NYC disseram-me que apenas de 13% da população local frequentou o ensino universitário (Não que um diploma na universidade seja necessariamente sinonimo de cultura geral). Tive sorte e a maioria das pessoas, com quem falei sobre o assunto, sabiam que Portugal ficava na Europa. Até enumeravam referências (nem que fosse perguntar como estavam as coisas com a crise).
    No entanto, aconteceram-me coisas engraçadas, tais como ser atendida por funcionárias do McDonald's de Times Square que não entendiam inglês, Estava numa fila em que não havia um turista que fosse entendido ( Compreendo que a pronuncia pudesse dificultar, mas muitos tinham um inglês mesmo muito bom), o mesmo acontecia com os locais. Quando chegou à minha vez decidi falar em espanhol ( Afinal os funcionários falavam todos entre si em castelhano.) Fui logo entendida. O facto de ver também todos os avisos/informações escritos em inglês e espanhol , também tornou evidente o impacto de 40% da população dos EUA ser de origem hispânica (De tal forma que nos serviços de saúde, os profissionais falam em espanhol com os utentes. São inclusive aconselhados a tirar cursos de espanhol após as licenciaturas). Já agora alguém sabe se aquele disparate de categorizar os portugueses como hispânicos no próximo censos dos EUA já foi resolvido? Ana

    P.s; Parabéns pelo blog!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a comunidade hispânica tem um impacto enorme, mas apesar de falar espanhol tento falar sempre em inglês, mas às vezes não dá mesmo... Há uns que nem sabem nem querem aprender!
      Obrigada :)

      Eliminar
  14. Deixa estar, aqui em França perguntaram me se em Portugal a moeda era o Euro, ou se mantínhamos o Escudo...

    ResponderEliminar