9 de abril de 2013

Porque ajudar não custa

A minha amiga Vânia, que há uns meses pagou a renda da casa a um casal que não tinha dinheiro para a mesma, falou-me hoje de uma mãe que luta para dar uma vida melhor à sua filha com paralisia cerebral. Conheço a doença de perto, porque tenho uma amiga próxima com paralisia cerebral que deve ser a pessoa mais querida, lutadora e inteligente que conheço (e eu conheço muitas pessoas inteligentes), mas que já sentiu na pele exclusão por parte de pessoas ou mal informadas, ou com falta de sensibilidade e valores morais.
A Vânia fez uma parceria com a Fio de Arte Porto e estão a vender porta-chaves como o da fotografia e todo o dinheiro irá reverter para medicação e cuidados básicos da Luana.
São 4,5€ e as encomendas devem ser feitas para vaniafilipasilva@hotmail.com.


9 comentários:

  1. Escreve-se "Paralisia" e não "paralesia".

    ResponderEliminar
  2. Olá Maria , posso divulgar no meu blog?

    Mil beijinhos :)

    http://coco-chanel-best-friend.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. só os portas chaves é que ajudam essa menina ou todos os outros artigos do site? beijinho**

    ResponderEliminar
  4. aposto que essa tua amiga não é nem metade disso tudo, mas que agradece os elogios :p e também aposto que ela tem um carinho enorme e gosta muito de ti! cheira-me, vá :p

    e sim, é importante ajudar e não custa, assim como é importante aprender a controlar esta natureza preconceituosa que todos temos e tb não custa, é só aprender a não julgar sem antes dar o beneficio da dúvida :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu aposto que esta minha amiga é tudo isso e muito mais, e lembro-me sempre que esta minha amiga foi uma das únicas pessoas que no dia antes de vir para NY, pegou noutra amiga e se meteu num carro para ir a minha casa despedir-se de mim quando eu estava sem tempo para as ir ver. E lembro-me de quando peguei na mão desta minha amiga para acender um fzz fzz no primeiro concerto a que fomos juntas :)

      Se há coisa que aprendi com esta minha amiga foi isso, que julgar sem dar o benefício da dúvida pode ser um erro brutal, porque quando se conhece alguém tão fantástico e inspirador como ela perde-se toda a capacidade de julgar seja o que for. Love you <3

      Eliminar
  5. Sabes o melhor de tudo? É que eu aprendi precisamente o mesmo contigo. Com medo que me julgasses, acabei por te julgar primeiro (isto assim nunca te tinha dito, mas é verdade) e depois tive que dar o braço a torcer, quando descobri que és rara, de tão especial e daquelas pessoas que se querem presentes pela vida fora (mesmo que seja de longe). E se eu sou fantástica, inspiradora e inteligente, tu, além disso tudo, também és corajosa. Fazes tudo parecer muito simples e natural, mas, no fundo, há aí muita coragem! E admiro-te por isso. :)
    E claro que me fui despedir de ti! Ias-te lá embora sem eu te dar um abraço! :p o nosso momento do fzz fzz foi dos mais simples, genuínos e bonitos que tive na vida, e fica para sempre! Mas também me lembro da troca de olhares no Coliseu, do teu cuidado em Ponte de Sor e muitos outros. Nunca os esqueço. E sei que ainda vou ter muito mais para lembrar :) Love you!!!!! <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que já aprendemos muito uma com a outra... Mas continuo a achar que és mais inspiradora que eu :)
      Também me lembro dessas coisas todas :) essa noite em Ponte de Sor foi o máximo!
      LOVE YOU TOO <3

      Eliminar