22 de março de 2013

Diferenças culturais ou call me a slut

Desde que entrei para o Strasberg, acho que já conheci pessoas de metade do mundo. Literalmente, porque em 250 alunos só 10 é que devem ser americanos, se tanto. E habituei-me a lidar com culturas e educações muito diferentes, mas há coisas que ainda me espantam.
Uma coisa que acontece frequentemente é dormir com o Pedro ou com o Jorge. Quando dormimos em casa do Jorge ele tem duas camas twin, portanto durmo sempre com um deles. Cá em casa, tenho uma cama e um sofá cama de casal, mas às vezes somos 4 ou 5, outras há um que tem dores de costas, outras está frio na sala e um deles acaba a dormir comigo também. Mas tudo na boa. Nunca ninguém tocou em ninguém, nunca ninguém tentou nada com ninguém, é deitar e dorme um para cada lado. Isto entre nós é normalíssimo, temos uma relação quase de irmãos e nunca houve atracções ou coisas do género, até porque, como diz a minha mãe, eu para eles sou mais um rapaz.
No outro eles estavam a falar com uma amiga nossa colombiana e este assunto veio à baila. Eles disseram que volta e meia um dormia comigo com o ar mais natural do mundo e ela ficou chocada. Eles explicaram que éramos todos amigos, tudo normal, não acontecia nada nem ia acontecer. Que era, no fundo, a mesma coisa que duas amigas ou dois amigos dormirem na mesma cama. Ela continuava chocada, que a mãe dela nunca deixou, que se calhar era uma coisa da família dela mas dormir na mesma cama que um rapaz só depois do casamento. Depois do casamento. Eu conheço a mãe dela e sei que é uma pessoa bastante dogmática, que na primeira conversa que teve comigo me disse que a pobreza era uma opção e que quem era pobre era pobre porque queria (tentei discordar mas sem sucesso). Mas isto de "só depois do casamento" surpreendeu-me e fiquei a pensar que, aos olhos de alguns, eu devo ser uma puta porque durmo na mesma cama que dois amigos meus.
Para não falar de que qualquer frase que envolva "só depois do casamento" não faz sentido na minha cabeça. Então para mim, que nem sei se me quero casar.

23 comentários:

  1. Olá.. Oh Maria não penses nessas coisas, lá por dormires de vez em quando com um amigo não significa que sejas puta. As pessoas é que ainda não conseguiram abrir completamente a mente delas.
    Caga nisso (:

    ResponderEliminar
  2. Aconteceu-me algo similar por dormir com um amigo meu numas férias em que haviam mais pessoas do que camas (dormir, lá está, com um amigo. Nada mais).
    Foi um 31 com a mãe de uma amiga, quando por acaso veio à baila o facto de haver menos camas que pessoas.
    God, que mentes complexas...

    ResponderEliminar
  3. Oh Maria, não te preocupes! Neste mundo somos putas por tudo e por nada, portanto nem vale a pena pensar sobre esse assunto. E para a próxima, se der, aproveita e dorme logo com os 2! Lol ;) um beijinho.

    ResponderEliminar
  4. maria,

    Para teres noção a minha mãe nunca me deixou andar nos escuteiros pq dp nos acampamentos iriam haver rapazes. Como eu não segui isso do "só depois do casamento", ao qual acrescento, casamento na Igreja Católica, claaaaaro!, a minha mãe praticamente não fala comigo. Facto que, eu até agradeço, pq qd fala cmg é tipo "o puta que envergonhaste a família e tenho vergonha de ser tua mãe, e és o maior desgosto e vergonha da minha vida". Para teres noção, queria-me obrigar a ir a um médico para me dar inibidores de apetite sexual pq diz que "uma mulher solteira andar a dar ao namorado tem de estar alterada da cabeça ou com as hormonas mal, algo se passa!". Já lh expliquei que o mundo não é bem assim mas está inflexível.
    Amor de mãe eterno e incondicional? Deve ser deve...
    E, Maria, gosto mt do teu blog, é normal que algumas pessoas se escandalizem mas se vocês se sentem bem assim... Sejam felizes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, nem sei o que é que hei-de responder! É uma pena que ainda haja quem pense assim, mas parabéns pela coragem para lutar contra isso!!! :)

      Eliminar
  5. Hahaha Como te percebo...O facto de haver este tipo de reacções por parte de outras pessoas é mais anormal do que normal na minha opinião. Mas estas coisas são mesmo assim... Já muitas vezes tive que me pôr a explicar o que é que significa exactamente dormir, DORMIR, com um amigo. É mesmo isso, diferenças culturais. Onde estou a viver agora acontece bastante ao fim-de-semana. O pessoal vem dos bares e quer dormir na cama (sofá/colchão/canto) mais próxima num raio de menos de 100 metros, de preferência. Ora quem é que mora quase lá ao lado? Pois. Se ficarem aqui em casa, é mais do que habitual isso acontecer.
    Deixa lá! Tens companhia para dormir, e muito antes (suponho eu) de casar lol. A elas resta-lhes o lençol e o pudor, mais nada. :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto, tal e qual como aqui! Que preconceito de que dormir tem que ser mais que dormir!

      Eliminar
  6. Pois é Maria, a tua reacção foi igual a tantas outras "nem sei o que responder a isso". Em relação a ter coragem em lutar contra, as vezes faz-me sentir a ovelha negra. Afinal, não seguem os filhos os valores dos pais? É complexo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que quando não se concorda com eles e não faz sentido no mundo actual, não. Acho que mais vale ser ovelha negra do que ser infeliz por seguir princípios com que não se concorda, acho... Mas é de facto uma situação complexa!

      Eliminar
  7. Deixa lá, Maria, ao menos tens boas e verdadeiras amizades, em que existe respeito mútuo, porque dormir é só mesmo dormir, só por um homem e uma mulher dormirem na mesma cama, não significa que tenha que se passar algo mais. Dormir na mesma cama não é sinónimo de sexo, sim pessoal?

    ResponderEliminar
  8. Os teus amigos devem ser um bocado bananinhas por nunca terem tentado nada contigo tendo em conta que és gira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahah obrigada! Mas é tão melhor assim, não há stresses, nem mal entendidos, nem nada!

      Eliminar
  9. You aren't a slut!!! Isso acontece-me muitas vezes!! Férias/ fim de semanas com amigos, quando o número de camas é menor do que o número de pessoas!! Dormimos com quem nos dé jeito!! Inclusivamente, num dos fim de semana, tinhamos de dormir na sala/cozinha, eu, uma amiga e um amigo somos quem acorda mais cedo, logo ficou decidido(pelo meu Namorado!) vocês dormem todos juntos aí, que eu e o namorado da minha amiga, dormimos no quarto, senão não podemos descansar!!

    ResponderEliminar
  10. enviei-te o postal ontem ou onte-ontem. lembrei-me hoje que não coloquei a minha morada nem qualquer identificação a não ser o meu nome, so quando o receberes já sabes que a Raquel sou eu :)

    fiquei chocada com este post. coisas depois do casamento também me fazem imensa confusão. mas também não percebo como é que os rapazinhos nunca tentaram nada contigo xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Raquel! Podes enviar-me a tua morada para singingaboutplaces@gmail.com, para eu responder ao postal, please? Beijinhos :)

      Eliminar
  11. Eu faço isso com vários amigos meus e nunca nos tocámos, nos envolvemos nem nadinha. Somos amigos e pronto.

    A única coisa que faz sentido só depois do casamento é o divórcio! lol

    beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Eu acho isso incrível: o "depois do casamento". Isso era há anos atrás! Hoje em dia, já nem se usa mas há pessoas que não evoluem... E então de dormir juntos, mesmo só dormir, qual é o problema??
    Agora o que me faz também muita confusão é ser sempre a mulher considerada "puta" e nunca o homem. Ele é quase sempre considerado o "macho". Enfim...
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Aqui em Espanha tenho uma colega que um dia, numa viagem a Nápoles, me confessou que se queria muito muito casar (e casou, aos 24 - tinha 23 então) para poder começar a dormir com o namorado. "Dormiiir...sexualmente?" perguntei eu assim à cautela, que sei que eles fazem férias juntos. "Não não, isso tambem que deve ser bom, mas dizia de dormir na mesma cama". Iam de férias e dormiam em camas separadas.

    Depois sobem as taxas de divorcio. Pudera!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah essa história é muito boa... Também já tive momentos desses, fico sempre com cara de parva!

      Eliminar
  14. Tive um grande amigo meu que uma vez me disse que para os homens quando conhecem uma mulher eles automaticamente as colocam em um de dois grupos, o grupo dos 90% e o grupo dos 10%. As mulheres dos 10% são as irmãs, mulheres MUITO feias, irmãs de amigos (e isto já pode ser discutível)e por aí.Nos 10% estão aquelas que eles nunca sonhariam levá-las para a cama. As mulheres dos 90% são aquelas que independente de quem são, eles indiscutivelmente eram capazes de levar para a cama. Isto para dizer que para as mulheres ver um homem como um irmão é muito fácil, para os homens nem por isso. Esta teoria foi depois comprovada por vários amigos homens que tenho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ha uns anos que alguém me disse isso, mas já tive amigos a comprová-la e já tive amigos a negá-la. Acho que as generalizações são sempre perigosas e tendo consciencia de que não sou "MUITO feia", não sou irmã nem irmã de amigos, sei que nenhum deles me quer levar para a cama!

      Eliminar