13 de março de 2013

A vida a 2 #1

Uma amiga minha, com quem me dava imenso nos primeiros quatro meses e de quem me fui afastando, simplesmente porque nos começámos a dar com pessoas diferentes e eu nunca gostei das com quem ela se dava, ficou sem casa este mês e, claro, nenhum dos novos amigos lhe perguntou se queria ficar com eles. Ela ligou-me desesperada, que precisava de casa por um mês e eu disse que claro que podia ficar comigo.
Corre tudo mais ou menos bem, mas temos aqui alguns problemas de relacionamento. O primeiro é que são 8:30 da manhã e ela está neste momento a bombar músicas de amor no quarto enquanto se arranja. E eu odeio músicas de amor pirosas, salvo raras excepções em dias que estou muito apaixonada (que é quase tão raro como o conclave do Vaticano, não sei como é que nunca tive a CNN atrás de mim num desses dias). Estou tentada a pôr AC/DC aos berros na sala. Ou Daft Punk. Só assim para contrastar.

14 comentários:

  1. Viver com outra pessoa, que não se conhece suficientemente bem, é complicado!!! Que tal ter uma conversinha com ela? Com certeza nem se apercebe da atitude que está a ter!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tentei com coisas mais pequenas, tipo a importância de fechar os ralos, não atirar o meu telemóvel ao chão quando tira o dela da mesa-de-cabeceira ou não me acordar às 5 da manhã para perguntar que horas são, mas não resultou.

      Eliminar
  2. Maria, breathe in, breathe out...
    Tenho que concordar contigo. Partilhar casa é sempre um desafio, por estas e muitas outras coisas. Sempre adorei viver com pessoal (amigos ou não, conhecidos, colegas), mas gente que sabe que eu especificamente não gosto de determinado tipo de música e que me obriga a ouvi-la aos berros, toca-me no nervo!!

    Btw, gosto muito do teu blogue. :) Tenho alguma necessidade de o visitar frequentemente. És uma miúda de garra, e fazes-me recordar algumas fazes muito engraçadas da minha vida também. Um beijinho!*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É especialmente complicado quando são pessoas de países, culturas, costumes e educações diferentes... Mas vive-se! :) Obrigada!!! Beijinhos

      Eliminar
  3. Faz de conta que estás em tua casa! Ahaha Eu punha, só para ela ver quem manda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, ultimamente tenho que me lembrar que esta é, de facto, a minha casa. Já dei por mim a pedir-lhe autorização para algumas coisas... É que os alemães são brutos!

      Eliminar
  4. Tadinha da moça, deve estar apaixonada e deprimida, então precisa de musicas pirosas!
    Beijinhos e tem paciência!

    ResponderEliminar
  5. Ainda bem que não sou tua vizinha...lol..Bjs

    ResponderEliminar
  6. Quando não funciona a bem funciona a mal.
    Faz-lhe as mesmas coisas e força ai *

    ResponderEliminar
  7. Conheço bem o que é isso que estás a passar. Desde que vim estudar para fora (à 1 ano e 5 meses) que já mudei duas vezes de casa. Nas primeiras duas eras os "donos" da casa que me estavam a alugar e portanto a casa era deles, mas as faltas de respeito para comigo,muitas! Agora estou a viver com uma amiga da faculdade, e tem sido muito diferente! Para melhor :)

    ResponderEliminar
  8. Se calhar ninguém lhe ofereceu casa porque já sabem que é uma pessoa difícil de se viver : \ foste correcta em "acolher" a rapariga, mas não deixes que abuse e impõe a tua posição de dona da casa!

    ResponderEliminar
  9. Partilhar casa tem muito que se diga, ai tem tem!!

    ResponderEliminar
  10. Vivi 4 anos a partilhar casa. Não é fácil definir bem os limites.

    Lembro-me de me irritar profundamente com cabelos no chão da casa de banho e nos ralos, a loiça por lavar, a limpeza da casa e o despejar do lixo.

    E explicar que essas coisas no incomodam às vezes não é nada fácil...


    ResponderEliminar