23 de janeiro de 2013

Adeus mundo...

Quando acordo com o nariz frio, tenho frio na sala e ando de sweatshirt em casa, acho que me é impossível sair à rua e voltar com vida. Esta pode muito bem ser a última manhã da minha vida tal como a conheci. Amanhã posso ser uma escultura de gelo, e a minha mãe já me prometeu que me expõe no MoMA.

6 comentários:

  1. Aqui não estão temperaturas negativas, mas eu sinto que é como se estivesse. Sinto-me no Pólo Norte! Eu sou uma ser humana que sofre de frio, num me aguento! Hoje saí de casa para ir aos correios, deixar o teu postal :) mas fiquei em casa a trabalhar, mergulhada em mantas e chá e tudo o que me mantenha quentinha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohhhhhhh :) não tens de agradecer! Adorei escrever-te à mão, como no Antigamente e contar-te histórias. Espero que gostes do postal ... acho que daquela cidade ainda não deves ter recebido :P improvável, mas não impossível. Aliás, um update dos postais merecia um post, não? Conta-nos tudo! :)

      Eliminar
  2. You will survive! O ano passado em Praga sobrevivi aos -20ºC. Tudo é possível!!
    Hoje criei um blog, um dia ponho lá umas fotografias daquelas que tiramos no nosso curso lomo ;)
    Um beijinho trans-oceânico,
    Margarida Cal
    (dá uma vista de olhos, doismundoseumaponte.blogspot.pt)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahh Margarida!!! :) temos que fazer outro workshop daqueles... Também tenho que por as minhas um dia destes! Assim que chegar a casa vou ver o teu blog! Beijinhosss

      Eliminar