24 de dezembro de 2012

O Natal ou aquela altura em que gostava de desaparecer por uns dias

Não gosto do Natal. Há muitos anos que não gosto. Acho que é uma época falsa, desprovida de qualquer sentimento que não obrigações e consumismo. Não me interpretem mal, há coisas de que gosto. Gosto de juntar os amigos em jantares, gosto de presépios, não gosto tanto de árvores de Natal mas aguento-as, gosto de comprar presentes para os meus amigos, gosto que eles gostem de os receber e gosto de comprar um vestido para vestir dia 24 e dia 25.
Mas não gosto das pressões, das obrigações, do cinismo, de fingirmos que gostamos todos uns dos outros quando durante o resto do ano mal queremos saber de algumas pessoas. Não gosto de ver a minha mãe e a minha avó enterradas em perus, doces, tachos, panelas, embrulhos. Não gosto de quando as pessoas se chateiam dia 24 ou dia 25. Não gosto de, do lado do meu pai, ser a neta ovelha negra. Não gosto de ser a pessoa de quem quase ninguém se lembra durante o ano e dia 25, milagrosamente, até gostam muito e têm muitas saudades. Não gosto de ser a pessoa a quem cobram falta de atenção quando nem um telefonema recebo fora dos meus anos. Não gosto de ter vindo viver para NY e os meus avós me terem telefonado uma vez, de resto nem um e-mail, uma mensagem, um postal ou sinais de fumo. Não gosto que dia 25 finjam que gostam muito de mim quando eu sei que é mentira. Não gosto de ser a neta e a sobrinha que desde os 12 ano nunca mais fez parte de nenhum programa, de nenhum almoço, de nenhum lanche, de nenhuma dormida em casa de ninguém, mas de quem, no Natal, todos gostam muito e morreram de saudades durante os outros 364 dias. Não gosto de me sentir a mais na minha própria família (whatever that means). Não gosto de me lembrar de toda a gente que já fez parte dos meus Natais e que, por alguma razão que nunca ninguém sabe bem qual é ou então todos sabemos mas fingimos que não, já não faz. Mas gosto de mandar e receber mensagens e telefonemas de Feliz Natal e gosto de gastar dinheiro a enviá-las porque a Vodafone corta as mensagens grátis nesses dias, gosto de fazer cupcakes para levar para o almoço, gosto dos olhares secretos que troco com alguns dos meus tios e com o meu pai, gosto de abrir presentes mas não tanto de os arrumar, gostei de ir à missa do Galo durante um ano ou dois com pessoas com que muito provavelmente nunca mais vou voltar a ir, gosto de me lembrar de duas madrastas que já não o são mas de quem vou gostar sempre muito, gosto de me juntar com os meus amigos preferidos dia 25 e levar restos de sobremesas para partilhar enquanto penso o quanto gosto deles e gosto de quando a minha mãe me deixa ajudá-la na cozinha.
Gostava que muitas destas coisas fossem diferentes mas, no fundo, muitas delas me tornaram em quem sou hoje e isso não quero mudar.


Mas apesar de tudo, espero que tenham todos um FELIZ FELIZ FELIZ NATAL!!! :)

29 comentários:

  1. Feliz Natal :). E o que interessa o que os outros pensam quando estamos felizes com o que somos?

    ResponderEliminar
  2. Apesar de tudo (e de te perceber muito bem) feliz natal.

    ResponderEliminar
  3. Entendo muito do que dizes aqui.
    Aproveita o melhor do teu Natal e esquece as coisas más :)
    E, por isso, aqui fica, Feliz Teu Natal :)

    dreamerthing.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Partilho da mesma opinião, o Natal desde alguns anos deixou de ser Natal. Para mim é uma época como as outras.
    Feliz Natal

    ResponderEliminar
  5. Feliz Natal (:

    O importante são os que amamos e os que nos amam. O resto é paisagem (:

    ResponderEliminar
  6. Feliz Natal Maria! =). Muitos beijinhos!

    ResponderEliminar
  7. Um Natal muito feliz, Maria! desta leitora que veio para ficar :) Sofia

    ResponderEliminar
  8. Xiiiii como eu partilho desta opinião...corajosa, frontal, sem papas na língua, quem quer lê quem não quer temos pena, deviamos ser todos assim, mas infelizmente esta quadra não passa de uma hipocrisia pegada. Natal é como nós queremos e não temos necessariamente de viver as tradições.
    Feliz Natal de preferência como muita saude.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Concordo plenamente contigo! Já não parece Natal. As pessoas só se lembram de nós magicamente nesse dia, para andarem o resto do ano a ignorar mais valia também ignorarem nesse dia mas pronto.

    Feliz Natal :)

    ResponderEliminar
  10. Estou Contigo!
    Quero é que isto passe depressa.
    De qualquer modo, Feliz Natal!

    ResponderEliminar
  11. Não és a única a sentir-te assim, infelizmente.
    Era bom que as coisas fossem sempre mágicas, como achamos que são quando somos crianças, e que não nos tivéssemos de nos preocupar com o que os outros pensam e em fazer tudo "by the book".
    Mas de uma ovelha negra da família para outra ;) um Feliz Natal bem recheado de alegrias!
    Beijinhos, Su

    ResponderEliminar
  12. a vodafone já deixou de cortar as mensagens grátis no natal há dois anos :)

    ResponderEliminar
  13. Sabes que em muita coisa concordo plenamente contigo...também não tenho essa loucura toda com o Natal, mas gosto de dar e receber presentes:)))

    Http://styleloveandsushi.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. NAo es a unica. Nao gosto. A minha familia esta muito dividida, e nao da pa juntar tudo,. Para mim o natal era com os amigos! Feliz natal :) ♡♡

    ResponderEliminar
  15. Maria para falar bem ..."caga" para isso tudo o que interessa é que tens alguem que gosta de ti! :)

    Feliz Natal :) ah e já agora não te esqueças que tens os teus seguidores aqui do blog para te fazer companhia se for preciso :P

    ResponderEliminar
  16. Não és a única com esses sentimentos/pensamentos...acredito que em quase todas as famílias se sinta um bocadinho isso por parte de alguém!

    ResponderEliminar
  17. Alguém que mostre o outro lado do natal...um grande beijo e partilho de certas partes

    ResponderEliminar
  18. Maria promete uma coisinha. Quando fores uma atriz muito famosa continuas com o teu blog e não te esqueces dos teus seguidores fofinhos? :P

    ResponderEliminar
  19. ;) Que belo texto! Feliz Natal :) Também eu me revi em alguns pontos!

    ResponderEliminar
  20. Fiquei muito triste depois de ler este poste porque realmente concordo a 100%... Felizmente já acabou!!

    Catarina Lopes

    ResponderEliminar
  21. Feliz Natal Maria :)
    Beijinhos,
    Lia

    ResponderEliminar
  22. Maria, uma pergunta que não está relacionada com o post.

    Mas sabes como está a profissão de Enfermagem em Nova Iorque?

    ResponderEliminar
  23. bem não posso de todo concoordar eu adoro o natal. é uma sensação completamente diferente de quando era pequena sim mas adoro na mesma. agora sou eu que ja estou do lado da organização e é optimo tambem fazer tudo para receber a familia ao jantar ou ao almoço, da trabalho mas não prescindia disso.
    se calhar tenho a sorte de ter uma boa familia não sei. não tenho nada de me preocupar com isso das aparencias. por mim eu digo que é uma questão de fases houve anos que não estava tão bem, mas temos que nos moldar e aceitar certas coisas.

    ResponderEliminar
  24. Então Maria desapareceste??? :)

    ResponderEliminar