21 de novembro de 2012

Bob Dylan e a idade da reforma

Hoje fomos ver o Bob Dylan. Com "fomos", fui eu e os meus novos Steve Madden fofinhos. Eu, como boa saudosista de um passado que não vivi, gosto muito de Bob Dylan e vê-lo ao vivo era um must. Lá fomos nós para Brooklyn (é tão bom apanhar o Q train e ver Manhattan à noite!) para ouvir o senhor cantar.
Cantar é como quem diz, porque o Bob Dylan já não canta, grunhe. Se tivessem posto um urso em palco em vez do Bob, o efeito tinha sido o mesmo. Não se percebia uma palavra do que ele dizia, só se percebia que música é que ele estava a cantar já depois do refrão, os ritmos eram completamente diferentes e as melodias irreconhecíveis. Eu que até sei várias das letras dele de cor, não consegui cantar uma única! Só consegui dizer "like a rolling stone" uma vez! Mas vá, toca bem piano e gaita, que sempre é melhor que nada.
Não canta, pois que não canta. Não interage com o público, pois que não interage. Estava num lugar em que o via de lado e muito pequenino, pois que estava. Mas mesmo assim valeu a pena. O Dylan é uma lenda da música e acho que é preciso alguma coragem para, tendo consciência de que já não se é nem metade do que era (tenho a certeza que ele tem noção disso, é completamente impossível nao ter!), continuar a dar concertos com uma energia fantástica. Acho que é como a Amália nos últimos anos, já não cantava quase nada (e mesmo assim muito melhor do que eu no meu melhor dia) e mesmo assim não parou e continuou a encher salas. A sala de hoje estava cheia e não ouvi ninguém a queixar-se no fim. É o Bob Dylan e chega.



O Bobzinho quando era novo cantava bem.

9 comentários:

  1. pode não cantar, mas quando veio ao festival cap de creus (barcelona/arredores), os bilhetes não só passavam dos 100€ como esgotaram antes de eu ter tempo de ligar o computador. É mais do que muitos que cantam conseguem! :D

    ResponderEliminar
  2. Maria, querida, estou a adorar acompanhar as tuas aventuras!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Olá,
    Descubri o teu blog pelo da pipoca que por acaso tambem o descubri á sorte...sou um homem do norte pouco dado a estas coisas mas ultimamente fiquei um pouco vidrado nos vossos 2blogs e porquê? custa-me dizer mas por pura dor de cotovelo, ao ver as fotos que ambas publicaram da visita da pipoca aos "esteites", os lugares que visitaram, as coisas que viram, tudo aquilo que um dia sonho visitar, mas que um misero ordenado mal dá para alimentar a esposa (que tambem trabalha que remedio) e o pequeno filhote, vai ser dificil e fico com saudades de uma coisa que nunca vivi e nem sei se algum dia irei viver. Sinto-me melancolico e esquisito...
    Bem, mas gosto bastante de ver as fotos que apenas vejo nos cinemas ou na TV e fico a pensar aquilo afinal é real e é mesmo assim, falas em NY ou em ir a um concerto da Madonna ou do Bob como eu falo em ir ao recreio da escola ver uma banda manhosa que toca 2 notas (coisa que não faço:)).
    Ok tens saudades deste nosso cantinho, mas um dia voltas, mas quando o fizeres vais trazer o baú cheio de coisas fantásticas, enquanto nós por aqui de fantastico só mesmo as nossas fantasias.
    Desejo-te sorte para que se sejas feliz e consigas o que tanto desejas.
    Pode ser que 1 dia nos encontremos aí (se entretanto o gaspar não me colocar a pão e água) ou aqui na minha cidade que é a mais bela do Portugal, VILA DO CONDE (sou das caxinas, mas não digas a ninguem porque se sabem que me pus pra´qui a chorar tou feito).
    Escrevi aqui porque a pipoca têm fãs e tu ainda agora começaste.
    Fica bem.
    A.

    ResponderEliminar
  4. Pois que eu acho muito mal. Podia ser o papa que eu continuaria a achar muito mal. Não me parece que alguém esteja tão acima do resto do mundo para desrespeitar assim o dinheiro que se gasta com eles... mas isso sou só eu, que sempre que pude gastar dinheiro em concertos exigi que esse dinheiro fosse bem gasto. Não que tenha tido sempre sorte, houve ali um concerto de Maiden no Dramático, sem o Bruce Dickinson que eu me vim embora a meio. Tmabém só lá tinho ido para ver a banda de abetura, diga-se.
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Gosto do teu sentido de humor, gosto da frontalidade e da forma como a exprimes ... adorei o post ... e mesmo que muitos não gostem ou discordem, eu concordo plenamente, até com a Amália.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Ohhh, não me digas isso que eu tenho uma imagem mental do senhor que gostava de preservar, tipo aquela coisa de, vá, ele ainda conseguir cantar como se tivesse 20 anos :) *

    ResponderEliminar